fbpx

Blog

Passo a passo bem simples.
Entenda o processo para se tonar um microempreendedor individual.

Antes, o que é MEI?

O MEI (Microempreendedor Individual, é um modelo de empresa simplificado para quem quer começar a empreender ou para autônomos que desejam formalizar o seu negócio.

Com o MEI, a pessoa passa atuar como Pessoa Jurídica com o CNPJ, pode emitir notas fiscais e ter direitos como qualquer trabalhador.

Para estar regularizado, o MEI deve pagar um valor fixo mensal: Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS).

  • R$ 53,25 para comércio ou indústria;
  • R$ 57,25 para prestação de serviços;
  • R$ 58,25 para comércio e serviços.

Quem pode ser MEI?

Para se enquadrar no MEI:

  • Ter faturamento de no máximo R$81 mil por ano;
  • Não ser sócio, administrador ou titular de outro empreendimento;
  • Não ter mais de 1 funcionário contratado;
  • Exercer uma das mais de 400 atividades econômicas permitidas ao MEI 

Quem não pode ser MEI:

  • Menores de 18 anos ou menores de 16 anos não emancipados;
  • Estrangeiros sem visto permanente;
  • Pensionistas e servidores públicos;
  • Profissionais que possuem uma atividade regulamentada por um determinado órgão de classe (como médicos, psicólogos, advogados, arquitetos, jornalistas e economistas), pois são considerados profissionais liberais e não exercem uma atividade empresarial.

Se você se encaixa nas regras acima e quer abrir um MEI, fazemos todo o processo de abertura por você:

  1. Pesquisa da viabilidade do negócio;
  2. Cadastro no portal de serviços do governo;
  3. Abertura do seu MEI no Portal do Empreendedor;
  4. Verificação dos procedimentos necessários para emitir nota fiscal.

Compartilhar:

Mais postagens

Siga-nos

© 2020 Todos os direitos reservados